O que é consultoria? Saiba quando contratar uma para a sua empresa

Uma boa consultoria pode fazer uma empresa triplicar os lucros, otimizar a produção e até melhorar a sua equipe interna. Para isso você precisa entender o que é consultoria e como esse tipo de serviço funciona.

Dê play para ouvir o texto:

Preparamos esse artigo para que você possa tirar todas as suas dúvidas sobre o assunto. Nele, você vai entender: 

  • O que é consultoria; 
  • Porque investir em uma consultoria;
  • Como a consultoria acontece na prática;
  • 6 motivos para contratar uma consultoria especializada;
  • Quando contratar uma consultoria.

Ficou interessado? Então continue a leitura. 

O que é consultoria? 

Em uma abordagem mais genérica, “consultoria” significa ação (ou resultado) de dar um conselho; um parecer.  

Essa atitude se desdobra em vários temas, como: gestão fiscal, de pessoas, de estoque, mercado financeiro, moda etc. 

Em se tratando de prestação de serviço, podemos entender o que é consultoria da seguinte maneira: 

É a atuação de um especialista em determinado assunto na identificação de problemas de gestão, apresentação e aplicação de soluções e na alavancagem de um empreendimento

Por que investir em consultoria?

Diferentemente do que se pode pensar, apostar em um serviço de consultoria não significa gastar dinheiro, mas sim investir. 

Isso porque, quando um empreendimento começa a dar sinal de que algum aspecto está falhando, é preciso tomar algumas medidas antes que o problema se torne insolúvel. 

Uma organização que não agiu a tempo diante de dificuldades encontradas, pode ter muitos gastos além do previsto e, inclusive, ir à falência por isso. 

Um detalhe importante para entender o que é consultoria e por que ela é importante diz respeito a esse serviço dever ser contratado não só em momentos de crise de uma empresa.

Desde que se queira aperfeiçoar os processos internos de uma organização, eis um bom motivo para se contratar uma consultoria. 

Nesse sentido, imagine que seu empreendimento nunca feche o mês no vermelho, porém, você sente que ele poderia ser mais lucrativo. 

Por isso, decide contratar um consultor em recursos humanos para que ele consiga motivar sua equipe a ter uma performance melhor durante o expediente.  

Analisando o comportamento de seu time, o consultor poderá sugerir várias ações, como: 

Flexibilizar a escala de trabalho

Ou seja, desde que o colaborador produza o que é esperado dele ao longo da jornada de trabalho, não se justifica manter uma rigidez do horário de chegada e saída dele da empresa.

Além do mais, estudos apontam que as pessoas, por questões genéticas, apresentam melhor desempenho, tanto escolar quanto profissional, em diferentes períodos do dia. 

Automatizar práticas repetitivas 

Essas práticas, a longo prazo, tornam-se maçantes à equipe. Rotinas que não apresentam nada de extraordinário tendem a ficar entediantes.

Dessa forma, substituir tarefas monótonas executadas por humanos pelas automações é um bom estímulo ao staff de qualquer organização. 

Estimular o “sentimento de dono

Se um colaborador só obedece a ordens e não vê o impacto das tarefas que executa em uma perspectiva ampla da empresa, provavelmente ele se sentirá desmotivado. 

Para resolver ou, pelo menos, amenizar essa situação, o consultor poderá usar de estratégias que promovam mais integração entre todos os membros da organização e as respectivas atividades que desenvolvem. 

Isso provavelmente irá diminuir a noção segmentada que cada colaborador tem da própria função e estimular cada um a ter uma performance melhor

Neste ponto da leitura, após compreender o que é consultoria e por que vale a pena investir nesse serviço, você pode estar se perguntando: como acontece uma consultoria

No próximo tópico, falaremos justamente disso. 

Como a consultoria acontece na prática?

Uma atividade de consultoria pode ser aplicada de diversas formas. Inclusive, é importante destacar que esse serviço não se destina somente a empresas. Ele abrange pessoas também. 

Assim, alguém que, por exemplo, foi promovido na empresa onde trabalha e quer investir na aparência para causar melhor impressão e passar mais credibilidade, pode contratar um consultor de imagem

Outro perfil com potencial para contar com o suporte de um consultor é o de uma pessoa que recebeu uma herança e não sabe como administrar o dinheiro

Nesse caso, o auxílio de um consultor financeiro seria muito oportuno.

Com relação a empresas, o serviço de consultoria acontece especialmente das seguintes maneiras.

Consultoria interna

O que é consultoria interna? Levando-se em conta o conceito de consultoria, o diferencial aqui diz respeito ao consultor.

Neste modelo de consultoria, quem faz o mapeamento das falhas de uma empresa e propõe soluções a elas é um colaborador da organização.

Por ter intimidade com a cultura organizacional, esse tipo de consultor pode abordar as questões a serem aprimoradas com mais propriedade e informalidade.

Além disso, em um intervalo de tempo menor, ele consegue mover peças-chave da organização para que transformações desejadas aconteçam, melhorando os resultados do empreendimento. 

Em contrapartida, por ele ter uma visão “viciada” da empresa onde trabalha, há menos profundidade nas ações que envolvem a tomada de decisão. 

Soma-se a isso o fato de esse tipo de consultor ter vínculo empregatício com o estabelecimento. Isso lhe tira um pouco a liberdade para adotar certas medidas. 

Consultoria externa

Um consultor externo não pertence à equipe da empresa onde atua como conselheiro. 

Dessa forma, ele tem uma visão mais neutra do empreendimento que avalia. 

Isso permite identificar, a partir dos princípios que definem o que é consultoria, problemas mais pontuais e tomar medidas mais radicais, sem grande preocupação com o impacto emocional de um eventual remanejamento, por exemplo. 

Por outro lado, por não conhecer a raiz de alguns problemas enfrentados pela empresa, as soluções propostas podem ser insatisfatórias. 

Consultoria artesanal (ou “caso a caso”)

Este tipo de consultoria visa atender a demandas muito específicas do cliente.

Para isso, utiliza-se técnicas que deram certo em consultorias anteriores, obviamente com as adaptações necessárias.

Como ela é feita de maneira personalizada, eis o porquê de se chamar “artesanal”, a tendência de se obter sucesso com a implantação das soluções propostas costuma ser grande, assim como a adesão dos colaboradores a essas medidas. 

Consultoria padronizada (ou “por pacote”)

Na consultoria “por pacote” há o oferecimento de produtos pré-formatados ao cliente. 

Isto é, ela transfere à empresa contratante técnicas administrativas que foram bem-sucedidas em consultorias anteriores.

Essa orientação é procurada especialmente quando se deseja implantar automações em um empreendimento. 

Consultoria geral

Este tipo de assessoria geralmente abrange todos os setores de uma empresa

Ela é indicada a empreendimentos que estão em expansão ou lançam novos produtos e serviços

Na aplicação das soluções propostas por esse tipo de consultoria, é preciso estar atento se elas mantêm a boa integração entre todos os setores da empresa.

Pois não adianta resolver um problema pontual do empreendimento e impactar negativamente alguma outra área. 

Consultoria especializada

Este modelo de aconselhamento é voltado a um segmento específico de uma empresa. 

Geralmente, o consultor que oferece uma orientação especializada possui grande domínio do assunto, acumulando muita experiência no currículo. 

Algumas atuações de consultoria especializada se dão na área de marketing, finanças e de sistema de informação

Dentre as soluções oferecidas pela AM3 Soluções, a consultoria especializada é uma delas.   

A seguir, vamos listar seis razões pelas quais você deve contratar uma consultoria especializada para seu negócio. 

6 motivos para contratar uma consultoria especializada

Você reflete sobre seu empreendimento e sente que ele está defasado em relação à concorrência, especialmente devido à falta de automação nas operações? 

Além disso, a alta rotatividade de colaboradores o faz pensar que, no momento da contratação, estão ocorrendo algumas falhas? 

Esses dois exemplos já seriam suficientes para se contratar um serviço de consultoria.

Abaixo, vamos mostrar seis razões para você, empreendedor, contratar esse serviço. 

1. Contratações bem-sucedidas

Bons profissionais nem sempre acompanham vagas disponíveis na internet. 

Além do mais, muitos deles não aceitam propostas de emprego caso não tenham uma boa referência da empresa que está com processo seletivo aberto. 

Dessa forma, ao compreender o que é consultoria e contratar um bom consultor, é possível que este tenha o contato de recursos humanos qualificados para determinadas funções. 

Isso porque consultores geralmente transitam por diversos estabelecimentos, muitas vezes fazendo até imersões na rotina deles.

Assim, ampliam regularmente seu networking, podendo auxiliar diferentes empresários a contratar verdadeiros talentos.   

2. Acompanhamento das inovações tecnológicas

Em um mercado cada vez mais concorrido, a palavra de ordem é: inovação

Para manter seu empreendimento nivelado com os do mesmo setor, é preciso considerar as tecnologias mais apropriadas para a otimização de suas operações.   

Pois, quanto mais inovações fizeram parte da cultura organizacional de seu empreendimento, mais ele irá se sobressair em tempos de Indústria 4.0

Ao utilizar tecnologias adequadas a seu negócio, elas irão garantir melhor proteção de dados e alavancar a produtividade da equipe. 

Uma consultoria de TI mostra-se, então, fundamental para um empreendimento alcançar uma posição de destaque entre o empresariado.  

3. Oferta de serviços de qualidade

Seja por falta de habilidade ou prazo apertado, imagine que seus colaboradores não estejam entregando serviços de qualidade. Por isso, as reclamações dos clientes têm sido frequentes. 

Você, que já sabe o que é consultoria, decide então contratar um consultor de recursos humanos para motivar a equipe a ter uma melhor performance e oferecer serviços mais satisfatórios. 

Posteriormente, caso seu staff se mostre pouco apto para exercer determinada função, a contratação de um consultor que seja perito nas carências do cargo seria importante. 

4. Melhora nas vendas

Sua empresa vem apresentando queda nas vendas nos últimos meses e a equipe interna não consegue identificar o porquê. 

Ao contatar um consultor de vendas, este irá avaliar, de ponta a ponta, como atua a área comercial do empreendimento. 

Dessa maneira, irá identificar gaps nos processos de vendas e propor melhorias através de reestruturação de algumas práticas.

Neste momento é importante destacar que, para a retomada das vendas acontecer, é preciso que as soluções propostas pelo consultor sejam estudadas pelo gestor da empresa.

Este, por sua vez, com o apoio da equipe, irá incorporar à rotina as sugestões recebidas e, aí sim, as vendas voltarão a crescer. 

5. Diminuição do turnover 

Imagine que sua empresa, nos últimos anos, vem apresentando alta taxa de rotatividade

Por mais que você, gestor, observe o dia a dia dos colaboradores, não consegue identificar a causa de tantos pedidos de demissão. 

Por isso, para evitar gastos inesperados com novas contratações e treinamentos, por exemplo, você decide contratar uma consultoria especializada em recursos humanos. 

Dentre as medidas que ela pode propor, destacamos: análise de ergonomia, melhoria do clima organizacional e fortalecimento da cultura da empresa. 

6. Opiniões transformadoras 

Imagine que o dono de um restaurante self-service queira melhorar o trânsito dos clientes pelo estabelecimento. 

Por mais que ele reflita sobre mudanças na disposição da mobília, inclusive do buffet, sozinho, ele não consegue enxergar uma solução para sua carência. 

Então, ele decide contratar um consultor que rapidamente lhe propõe um remanejamento de mesas, cadeiras e do check-out

Outra consultoria que pode se encaixar neste tópico é a de um vitrinista. 

Pense em uma loja de roupas que, diante da falta de criatividade, decide contratar um profissional acostumado a montar vitrines que atraem o olhar de quase todos os passantes. 

Investir nessa consultoria pode aumentar consideravelmente a captação de clientes e, como consequência, a receita do estabelecimento. 

Antes de finalizar este artigo, vamos mostrar três momentos oportunos para se contratar uma consultoria. 

Quando contratar uma consultoria

Embora seja difícil precisar o momento mais adequado para se contratar uma consultoria, três situações podem sinalizar essa necessidade.

A empresa dá sinais de crescimento 

A demanda pelos serviços / produtos oferecidos pela empresa aumentou e os gestores não sabem o que fazer para atender satisfatoriamente o público

Aumentar a equipe ou abrir franquias: qual é a melhor opção?

Depois de entender o que é consultoria e como ela pode ser útil diante desse dilema, é importante partir para a ação, contratando um consultor de empresas. 

A produtividade caiu 

Sua empresa vinha operando com seu máximo potencial, mas, de repente, a produtividade caiu consideravelmente. 

Perante esse cenário, nada mais eficaz do que contratar o serviço de um consultor de gestão de pessoas para melhorar o clima organizacional e estimular os colaboradores a produzir mais. 

Os processos internos não seguem um padrão

A execução das tarefas dentro da empresa não acontece de maneira sistemática. Cada colaborador atua de um jeito, prazos são estourados e muitas entregas não apresentam qualidade. 

Um consultor seria peça fundamental para mapear as falhas nos processos internos e propor soluções, inclusive tecnológicas, para haver uma otimização nesse sentido. 

Para que o investimento em consultoria traga resultados efetivos, é preciso que a empresa contratante siga as recomendações propostas pelo consultor. 

Com o que abordamos neste artigo, ficou claro o que é consultoria? Se quiser se aprofundar mais no tema, leia este conteúdo! Até a próxima.