Sparkline: como utilizar e interpretar esses gráficos?

Quando se administra uma empresa com o auxílio da tecnologia e da automação, é preciso ter alguns conhecimentos para utilizar esses suportes plenamente. Assim, saber o que é um gráfico sparkline é fundamental.

Dê play para ouvir o texto!

Gráficos, como você provavelmente já sabe, são representações visuais de dados, dispostos de distintas maneiras, para facilitar a compreensão e comparação de informações.

Ou seja, estamos falando da realidade de gestão, não é mesmo? Afinal de contas, muitas das vezes, os gráficos são aliados importantes para gestores.

Só que não basta criar gráficos ou até mesmo recebê-los em relatórios; o gestor precisa saber interpretar essas informações para poder tomar decisões de fato assertivas.

Mas por que será que, neste artigo, vamos tratar de gráfico sparkline? A questão é que alguns dos softwares disponibilizados pela AM3 Soluções apresentam esse recurso nos resultados que entrega.

Sendo assim, é bom que você tenha claro esse conceito para aproveitar ao máximo os relatórios gerenciais da sua empresa, extraindo todas as conclusões necessárias.

Nunca ouviu falar dessa palavra diferente ou já a conhece mas não sabe o que é isso na prática? Pois continue a leitura para saber:

  • O que é sparkline;
  • Como utilizar esse recurso;
  • E como interpretar os gráficos de sparkline.

Vamos lá?

O que é sparkline?

Para que os dados de uma empresa façam realmente sentido para o gestor, eles precisam muitas vezes se tornar visuais.

Ou seja, é bem difícil tirar conclusões do andamento do negócio ou basear decisões em informações “espalhadas”, seja em tabelas ou folhas.

O gestor precisa visualizar esses dados de uma forma direta para que, assim, possa interpretá-los e atribuir o sentido mais adequado à realidade do negócio.

É aí que entra a relevância do gráfico sparkline. Trata-se de um pequeno gráfico dentro de células de folha de cálculo (como no Excel) que mostra ou representa visualmente alguma tendência nos dados.

Ele foi criado por Edward Tufte como uma forma de mostrar uma grande quantidade de informações contextuais em uma quantidade muito pequena de espaço.

Tufte incluiu pequenos gráficos dentro de colunas de tabela em 1983 e, em 2006, ele introduziu o termo sparkline como sendo gráficos pequenos e de alta resolução, os quais são incorporados em um contexto de palavras, números e imagens.

O sparkline então é um gráfico que apresenta dados com um design simples e o tamanho de uma palavra.

Para se ter uma ideia de quanto o sparkline é útil, em 2008 a própria Microsoft entrou com o pedido de patente para acrescentar o sparkline no Microsoft Excel 2010, funcionalidade presente até hoje no programa.

Agora que você já sabe o que é sparkline, chegou o momento de entender como se pode utilizar essa ferramenta de análise de dados.

Como utilizar o sparkline?

Como dissemos no início deste artigo, muitas folhas de cálculo e relatórios entregam resultados em sparkline. Mas você sabe ao certo para que esse tipo de gráfico é usado?

O sparkline normalmente é utilizado para exibir o histórico recente, isto é, até a hora de visualização, de um ponto de dados.

Dessa forma, quem visualiza a informação consegue discernir, de forma rápida, a tendência recente desse ponto de dados, ao encontrar respostas para questões como: está oscilando? Está subindo? Ou está em queda?

Tenha em mente ainda que gráficos sparkline são capazes de direcionar a atenção de quem os analisa para pontos importantes, como ciclos econômicos ou alterações por estações.

Essa funcionalidade permite realçar, com cores distintas, os valores máximos e mínimos do gráfico, por exemplo, deixando os dados realmente muito visuais.

Você pode estar se perguntando: “Ok, mas por que eu preciso de um gráfico sparkline no meu relatório? Só não bastam os números?”.

Pois então reflita: é mais vantajoso para você ter que ler muitos dados e você mesmo relacioná-los em sua mente ou então visualizar um gráfico simples, pequeno, mas que já transmite importantes informações?

Além disso, se esses relatórios serão acessados por muitas pessoas ao mesmo tempo, o sparkline se mostra muito vantajoso, pois elas terão, com uma única olhada, uma ideia rápida e visual dos dados.

O sparkline é extremamente útil para a chamada gestão inteligente do negócio. Trata-se de um conceito que permite que os gestores recebam subsídios para tomar decisões mais assertivas e ágeis.

Essa forma de gestão, que parte da adoção de boas práticas como automatização de processos, uso de ERP e terceirização de serviços, permite reagir às mudanças do mercado de forma firme, sendo extremamente positiva para a saúde financeira da empresa.

Adicionando um sparkline no Excel

Agora que você já conhece o que é sparkline e a relevância desse recurso para a gestão do seu negócio, é válido saber incluir o sparkline, por exemplo, no Excel.

Primeiro, selecione uma célula em branco no fim de uma linha de dados. Depois, clique em Inserir no menu superior e selecione o tipo de gráfico sparkline.

Esse tipo de sparkline pode ser de linhas, colunas ou perda/ganho. Após optar por um sparkline, selecione as células na linha e clique em OK no menu. Veja os exemplos:

Sparkline de linhas

Sparkline de colunas

Sparkline de perda/ganho

Caso você tenha mais linhas de dados, basta arrastar a alça para adicionar um gráfico sparkline em cada linha. Simples, não é mesmo?

Com o sparkline criado, você pode formatá-lo, utilizando:

  • Marcadores;
  • Estilo;
  • Cor de gráfico;
  • Espessura;
  • Cor de marcador etc.

Quanto mais visual seu gráfico ficar, melhor será para a sua captação visual rápida de dados e consequente interpretação.

Até aqui, você já viu o que é sparkline e inclusive aprendeu a acrescentar esse recurso em suas planilhas de Excel. Agora chegou o momento de ver como é possível interpretar gráficos sparkline.

Como interpretar os gráficos sparkline?

Após saber o que é sparkline e até mesmo como criá-lo e formatá-lo, vamos entender como se dá a interpretação de gráficos sparkline por meio de um exemplo prático.

A empresa Cadore (fictícia) é especializada em artigos esportivos, vendendo desde roupas até acessórios e calçados, como bonés, mochilas e chuteiras.

O gestor financeiro da Cadore utiliza relatórios com sparkline para saber como está o faturamento de cada uma das duas lojas físicas da empresa, além do e-commerce.

Foi solicitado que esse gestor preparasse um relatório do faturamento nos seis primeiros meses do ano de cada ponto de venda da empresa separadamente, porém de forma comparativa.

Ele não teve dúvidas de que o sparkline seria a melhor alternativa para que fosse possível visualizar, de uma forma rápida e direta, como estava esse faturamento.

Para entendermos os benefícios do sparkline, vamos ver como era a planilha original desse gestor, com os dados detalhados de cada frente do negócio:

Realmente, ao utilizar uma tabela, temos a impressão de que há acesso a todos os dados de forma detalhada, o que auxilia as tomadas de decisão do gestor.

Porém, o que esses dados assim dispostos indicam para ele? No mínimo, precisará analisar mês a mês para entender o desempenho de cada ponto de venda individualmente.

Depois, ele deverá comparar esse desempenho com os demais pontos de venda, inclusive podendo anotar cada item descoberto para fazer essa comparação.

Ou seja, podemos perceber que, por mais que uma planilha assim dê todos os dados do semestre, ela fica muito pouco assertiva para se conseguir, em uma única visualizada, entender a movimentação das vendas em cada ponto e comparar um com o outro.

É justamente por isso que esse gestor da Cadore, em seus relatórios, opta sempre por utilizar gráficos sparkline.

Os gráficos sparkline tornam mais fácil a interpretação dos dados

Como dissemos, o sparkline, por ser extremamente visual, permite que se tenha alguns insights instantâneos, que depois podem ser complementados por uma análise detalhada.

Vamos ver então essa mesma tabela, porém acompanhada agora de sparkline em cada linha:

Neste caso, o gestor optou por um modelo sparkline de colunas, mas também poderia ser de linhas ou até mesmo perda/ganho. Esse formato vai depender do objetivo que se tenha.

Ao utilizar o sparkline de colunas, o gestor da Cadore resolveu formatá-lo, colocando em azul-claro o pico de vendas no semestre e em vermelho o pior mês.

Visualmente ele já consegue ter algumas informações:

  • Os meses iniciais do ano foram os melhores do semestre (principalmente janeiro e fevereiro);
  • Na loja física B, o meio e o fim do semestre foram extremamente fracos de vendas;
  • Tanto a loja física A quanto o e-commerce voltaram a recuperar as vendas no fim do semestre, mas sem atingir os picos do início do ano;
  • A loja física B foi a que apresentou maior saldo total de vendas em fevereiro, o que não se traduziu nos demais meses.

Essas são algumas percepções que se tem apenas de olhar para os gráficos, sem ver os números da tabela. A partir disso e de conhecimentos prévios do gestor, ele entende:

  • Que os meses iniciais do ano são os campeões de venda no semestre justamente por ser época de volta às aulas;
  • A loja física B apresentou muitas vendas em fevereiro pois está localizada em um shopping, o qual realizou uma promoção coletiva nesse mês em específico;
  • O e-commerce voltou a recuperar suas vendas no fim do semestre pois foi feita uma ação nas redes sociais visando impulsionar a compra por meio de cupons de desconto.

A partir disso, o gestor pode, juntamente com sua equipe, pensar em estratégias para cada ponto dos gráficos sparkline de cada loja.

A tomada de decisão

Ainda utilizando o nosso exemplo, o mês de abril, foi fraco nos três pontos. O que pode ser feito para alavancar as vendas no período e manter um fluxo de caixa constante?

São questões assim que a gestão empresarial precisa responder a partir dos dados, que se tornaram mais visuais por meio do sparkline.

É interessante notar que o sparkline também auxilia a realização de uma gestão de riscos que o negócio corre. Essa gestão consiste em planejar, controlar e organizar os recursos do negócio para minimizar danos e fazer com que riscos se tornem oportunidades.

Há a necessidade então de os gestores fazerem um movimento de prevenção ao risco, já que, a partir dele, poderão conseguir reverter esse risco, alcançando resultados positivos.

No nosso exemplo, a visualização rápida por meio do sparkline demonstra as épocas de muitas vendas e as de poucas vendas. Isso é um indicador de prevenção a riscos com estoque, por exemplo.

Ou seja, se o sparkline me mostrou que vendo mais no início do ano, preciso ter controle para que não faltem mercadorias.

Já no meio e fim do semestre, preciso pensar em estratégias para não ficar com estoque parado no meu negócio, atuando também no giro desse estoque.

Conclusão

Viu só o quanto esses aparentemente simples gráficos sparkline dizem para a gestão de um negócio? Então, recapitulando:

  1. O sparkline pode ser entendido como um pequeno gráfico dentro de uma célula de folhas de cálculo;
  2. O sparkline é um recurso altamente visual e potente para que gestores analisem dados do negócio sem precisar ler uma grande quantidade de informações que tabelas apresentam;
  3. Por meio do sparkline, é possível interpretar os dados e ter insights para o negócio, visando alcançar os objetivos estratégicos traçados;
  4. O sparkline pode ser criado facilmente em uma planilha do Excel, podendo ser de linhas, colunas e perda/ganho, além de ser formatável para a necessidade do gestor.

Por fim, caso você questione a vantagem de um sparkline sobre um gráfico comum, saiba que o sparkline é um gráfico de tamanho condensado.

Por ter essa característica, ele pode revelar padrões de uma quantidade de dados grande, tudo isso de maneira muito visual e precisa.

Obviamente, o sparkline não substitui uma tabela detalhada de informações sobre o negócio, mas é um recurso que enriquece a apresentação e, como vimos, facilita a análise.

Se você ficou interessado em acrescentar sparkline nos seus relatórios, saiba que existe um jeito muito mais fácil do que o manual: por meio de um software de automação comercial, como os da AM3 Soluções.

Como dissemos, a automação é um dos braços de uma gestão inteligente do negócio e é extremamente eficaz para se ganhar produtividade, foco em questões estratégicas e vantagem competitiva.

Por isso, além de contar com o auxílio do sparkline, use a tecnologia a favor da sua empresa. Saiba mais sobre software de automação comercial acessando nosso artigo: Software de automação comercial: 6 sinais que você precisa de um.