Giro de estoque: o que é e a importância de calcular

Você sabe de verdade como funciona o seu estoque e qual a rotatividade dos seus produtos? Conhecer o cálculo do giro de estoque é mais do que necessário para a manutenção dos produtos e saúde financeira de um negócio.

Muitos são os cálculos importantes para os empreendedores, e os que cuidam do estoque não podem ficar de fora, afinal, essa é uma parte muito importante para o sucesso de uma empresa.

O estoque é o coração das organizações e, por isso, não pode ser negligenciado e tratado apenas como um local nos fundos das empresas.

O que você sabe sobre giro de estoque e sua importância? Confira nosso artigo e saiba mais sobre esse importante tema agora mesmo!

O que é giro de estoque?

O giro de estoque é o parâmetro responsável por mostrar o desempenho do estoque de um negócio, indicando de forma padronizada sua qualidade em relação à utilização dos recursos.

O giro de estoque é responsável pela avaliação e demonstração da saúde financeira do estoque, um departamento de extrema importância que deve ser trabalhada de forma estratégica juntos às outras áreas da empresa.

Quando se utiliza o cálculo de giro de estoque, é possível observar a atual e real situação dos recursos disponíveis. A partir dessa métrica, torna-se mais fácil identificar as principais ameaças para o crescimento e lucratividade de um negócio.

O cálculo demonstra a velocidade de renovação dos produtos durante certo período e também mostra o tempo médio de permanência dos produtos antes da comercialização.

Esse indicador é aplicável a qualquer tipo de estoque, independentemente de seu tamanho e complexidade.

Qual a importância do giro de estoque?

É importante que os empreendedores conheçam seus itens de estoque, saibam o que foi renovado, vendido ou o que está parado.

Com os resultados do cálculo de giro de estoque, é possível pensar em ações para vendas, fazer previsões de compras e vendas, evitar prejuízos e entender mais sobre suas demandas.

É preciso avaliar a rotatividade dos produtos, a velocidade da renovação do inventário e o tempo médio de cada armazenamento. Portanto, o giro de estoque é uma ferramenta importante e necessária para avaliar a gestão e buscar equilíbrio com as vendas.

A má administração de estoque pode render prejuízos, dessa forma, é necessário estar atento a indicadores como esse.

Estoque parado por muito tempo significa perda de dinheiro e gastos desnecessários com conservação, armazenamento e limpeza. Além de riscos de extravios, quebras e perda de validade. Tudo isso impacta negativamente no capital, gerando prejuízos e custos extras.

Como calcular o giro de estoque?

O cálculo do giro de estoque é uma conta simples, mas que envolve outras variáveis que precisam estar corretas para que o valor corresponda a realidade.

A fórmula é: número total de vendas / volume médio de estoque no período = giro de estoque.

Para ficar mais fácil de entender, imagine que você tem uma loja que vende 3.000 peças por ano, e seu estoque médio durante esse mesmo ano é de 100 peças. O cálculo então deve ser 3.000 / 100 = 30. Ou seja, o seu estoque gira 30 vezes por ano.

Você também pode fazer o cálculo em valores monetários, se sua loja vende R$ 450 mil por ano e o estoque médio tem valor de R$ 30 mil, dessa forma o giro de estoque é: R$ 450.000 / R$ 30.000 = 15 giros anuais.

Como melhorar o giro de estoque da empresa?

Sabendo o que é e como calcular o seu giro de estoque, é importante contar com algumas ações que podem te ajudar a aumentar a velocidade que os produtos entram e saem da sua empresa. Confira!

Faça compras baseadas em suas vendas

Trabalhar com estoque requer muita atenção e estratégia para não perder dinheiro. O estoque é essencial, mas se ele funciona, ou não, depende de como sua gestão é feita.

É essencial trabalhar com as compras baseada em suas saídas e vendas. Nada de montar listas de compras sem se basear em dados da realidade.

Ao conhecer o giro de estoque, é possível verificar o andamento das mercadorias, pesquisar tendências e reunir informações importantes para os momentos da compra. Ao comprar o que realmente é necessário, a saúde financeira de sua empresa agradecerá!

Trabalhe com o mínimo do estoque

Poucas situações são tão ruins quanto perder um cliente por falta de mercadoria no estoque. É claro que o público não vai esperar sua reposição, mas vai procurar no concorrente, deixando uma imagem negativa de sua marca.

É necessário não deixar faltar nada, assim, é preciso trabalhar com um mínimo de estoque.

Ao conhecer seu inventário, quando determinado produto atingir certo número, você já sabe que é hora de fazer um novo pedido, nunca deixando faltar nada.

Aumente a rotatividade das mercadorias

Em alguns momentos, é preciso criar estratégias para aumentar o giro de estoque e tirar os itens parados do negócio.

É válido fazer promoções e investir em campanhas para desafogar o estoque. Além disso, é preciso entender por que as mercadorias ficaram tanto tempo paradas e descobrir se é realmente necessário manter o produto em seu negócio.

Não esqueça das sazonalidades

Na hora de planejar seu estoque, é fundamental considerar as datas do ano em que aumentam a procura e as vendas do seu negócio.

Pense nas datas comemorativas e tenha o seu estoque preparado para as mesmas. Saiba se programar para não faltar nada, mas, também, tenha atenção para não ter tanta mercadoria a ponto de encalhar ao passar as datas.

Conte com a tecnologia

Para que o giro de estoque encontre números reais, é preciso que o sistema de estoque seja feito de forma correta durante cada dia de venda.

O gerenciamento com base em papel e caneta ou simples planilhas pode ocasionar erros humanos e falhas que podem gerar prejuízos mais para frente.

Por isso, é essencial contar com os softwares de automação que não perdem nenhum registro de entrada e saída e conversa com outras áreas, como finanças, emissão de notas e outras necessidades importantes.

Os ERPs fazem também relatórios, que ajudam os gestores a entender o número de venda das mercadorias, monitorar fornecedores, entre outros. Com os sistemas de automação, mais fácil torna-se controlar o momento de fazer novos pedidos e de entender cada item de seu estoque.

Estar por dentro dos números do giro de estoque é importante para planejar suas compras, mudar fornecedores e mercadorias que não agradam, fazer promoções e manter a saúde do estoque e das finanças sempre em dia.

O estoque é parte muito importante do negócio, que jamais pode ser esquecida, afinal, é de lá que saem todos os seus insumos que chegarão aos clientes.

Você já tem controlado o seu giro de estoque? Como está a sua preocupação com esse importante setor? Aproveite que agora você sabe um pouco mais sobre o tema e conheça mais como calcular essa importante métrica!